Loading...

Pra quantos anos você acha que deve ser reduzido a maior idade penal?

segunda-feira, 10 de março de 2014

sábado, 20 de abril de 2013

Casal menor de idade é preso com drogas em Sena

O Serviço Reservado da Polícia Militar de Sena Madureira, com apoio da guarnição da base móvel da PM conseguiram prender após vários dias de investigações o casal menor de idade que estavam trazendo de Rio Branco em um táxi, 18 pacotes de pasta a base de cocaína, pesando 330 gramas e meia barra de maconha, pesando 472 gramas que seriam comercializadas em Sena Madureira.

A prisão aconteceu por volta das 10: horas da manhã do dia 16 de Abril de 2013 próximo a Ponte José Nogueira Sobrinho. Os menores foram entregues na USP local e deverão ser encaminhados para a Promotoria de Justiça, que deverá pedir a internação dos mesmos na Pousada do Menor, onde irão aguardar pronunciamento da justiça.

Ronaldo Duarte

Acusado de matar Amóis é preso.

A Polícia Civil conseguiu prender na última terça feira (16), o acusado Antonio Thalywelison Ribeiro do Nascimento 22 anos residente no Bairro da Invasão. Ele está sendo acusado de executar com um tiro de escopeta o ex. presidiário Amóis.

De acordo com o delegado Cléber Gnnata, a morte se deu em decorrência de um acerto de contas envolvendo o tráfico de drogas no bairro e Amóis tinha sido preso sem acertar contas. Antonio resolveu cobrar tirando a vida de Amóis, o acusado foi encaminhado ao presídio local onde irá aguardar pronunciamento da justiça. A prisão de Antônio aconteceu por volta das 17: horas de terça.

Ronaldo Duarte

Deputado pastor defende tratamento para gays


O pastor evangélico e deputado estadual Édino Fonseca foi eleito pelo PEN no Rio de Janeiro.
Reeleito ao cargo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, em 2010, com 77.061 votos, ficou famoso ao defender que as igrejas deveriam lutar contra as 5 leis que o Anticristo estaria criando para destruir as igrejas do Brasil.
Ligado à Catedral da Bênção, ele tem sido chamado ultimamente de o ‘Marco Feliciano carioca’. O motivo é por que apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro que oferece tratamento médico, psicológico e psiquiátrico para homossexuais.
Édino afirma que se baseia em estudo da CID 10 (Classificação Internacional de Doenças), que afirma que o homossexualismo é “doença”. Publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial do RJ, a lei defende que o Estado deve garantir o acesso à saúde pública dos cidadãos que sofrem com as ‘patologias descritas pela CID como o transexualismo, transtorno de identidade sexual na infância, travestismo fetichista, transtornos múltiplos da preferência sexual.
Obviamente este é um ponto polêmico, pois vai contra a maioria dos argumentos dos ativistas LGBT.
“Ninguém é obrigado, neste caso, a ir ao médico para se tratar. O que não pode é o Estado se omitir quanto ao tratamento dessas pessoas, que vivem conflitos internos e externos violentos, e são privados de pleitear ajuda junto a quem de obrigação, caminhando para a trilha sem volta do suicídio”, explica o projeto de Lei do deputado.
O deputado acredita que a Classificação Internacional de Doenças irá desestimular a distribuição em escolas dos chamados kits contra a homofobia. “Eles aprendem a prática homossexual. Isso é a prova da doença, que precisa ser tratada”, justifica.
O parlamentar explica que está tentando ajudar os gays. “Recebo casos em que eles dizem que têm ódio do que fazem e não conseguem se libertar. O projeto vai acabar com esse negócio de perseguição. A CID 10 comprova que eles são doentes e precisam ser tratados”, asseverou ao jornal O Dia.
Curiosamente, Cláudio Nascimento, coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, diz que o projeto irá ajudar a comunidade GLBT. “Ao analisar friamente o processo, vejo que ele, se pensou em gerar constrangimento, deu um tiro no pé, pois todos vão passar a ter atendimento à saúde”, comemora.
Outros ativistas, como Charlene Rosa, a coordenadora do Programa GLBT de Duque de Caxias, o projeto na prática vai diminuir a perseguição contra os gays. Neno Ferreira, presidente da Associação de Gays e Amigos de Nova Iguaçu e Mesquita, acredita que agora os transexuais poderão receber tratamentos igualitários no SUS.

Com informações de IG.

Comerciantes do interior viajam mais de 80 km para pagar impostos


Os comerciantes de Manoel Urbano(AC), afirmam que estão sendo prejudicados pela falta de agência bancária do Banco do Brasil na cidade. O presidente da Associação Comercial do município, José Lima, explica que a maioria dos impostos pagos pela classe são governamentais e ultrapassam o valor de R$ 300, limite recebido pelo posto de atendimento.
saiba mais
Após 100 dias, prefeituras do Acre ainda estão 'arrumando a casa'
Greve de servidores públicos paralisa município no interior do AC
A cidade atualmente conta apenas com um posto de atendimento do Banco do Brasil que funciona no prédio dos Correios. De acordo com José Lima, os impostos que devem ser pagos pelos comerciantes ultrapassam o limite de recebimento do posto e precisam ser pagos em uma agência. " A maioria dos impostos são valores mais altos. Agora temos que viajar 86 km para pagar esses impostos porque são direcionados exclusivamente ao BB", diz.
O gerente geral de unidades de Sena Madureira, Eder da Silva, confirma a situação e diz que providências já estão sendo tomadas. "O prédio é provisório, pois estamos em reforma. Por questão de segurança achamos melhor diminuir o limite de pagamento nesses locais, mas ao retornamos ao nosso prédio, tudo será normalizado", diz.
Ao ser perguntado sobre a possível construção de uma agência na cidade, o gerente garante que já foi traçado um estudo de implantação, mas a empresa aguarda a homologação do Banco Central.

G1

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Rede social ajuda cidadão a fiscalizar ações do poder público


Há pouco mais de uma semana, nasceu no Recife o Colab, rede social colaborativa que permite aos usuários do Facebook fiscalizar os problemas da cidade, apontar soluções e avaliar os serviços públicos do município. Só nos sete primeiros dias de funcionamento, mais de 2 mil pessoas ingressaram no site (www.colab.re) e uma média de 300 denúncias foram registradas. A mobilidade urbana, mais especificamente as questões de estacionamento e calçadas irregulares, liderou a lista de reclamações no primeiro relatório da rede. Até maio, os idealizadores pretendem atingir 20 mil usuários.

A rede é baseada em três pilares de interação. O botão “Fiscalize” permite ao cidadão apontar problemas rotineiros, como iluminação pública, coleta de lixo, defesa do consumidor, entre outros. O “Proponha” é um banco de ideias para a gestão pública. Ele funciona como um fórum através do qual os participantes colocam ideias e projetos em debate com a população. O “Avalie” é um espaço onde o cidadão dá notas para os serviços, instituições e entidades ligadas ao governo. Os projetos que a prefeitura submete à aprovação popular também são avaliados.

Um dos criadores do Colab, o publicitário Gustavo Maia, da empresa pernambucana Quick, explica que após trabalhar com marketing político, durante as últimas eleições municipais, percebeu a necessidade de criar uma ponte entre os cidadãos e o poder público. Uma ferramenta que desse vazão às contribuições e críticas daqueles que moram no Recife, cidade escolhida para receber a primeira edição do projeto. “Antes víamos muitas pessoas falando do trânsito e querendo dar soluções para a mobilidade. Propostas para construção de ciclovias e outros temas. Sentimos a necessidade de aumentar essa conexão com a cidade. Criar um espaço virtual para o cidadão colocar a opinião e o gestor público poder acessar”, explica.

Para chegar ao formato atual, alguns grupos foram ouvidos e iniciativas semelhantes, existentes no País e no mundo, serviram de inspiração. Os dados das publicações são abertos e o site, no qual serão disponibilizados os relatórios, está em fase de finalização. Além da capital pernambucana, o Colab será levado para São Paulo e Rio de Janeiro. Agora, os criadores estão em busca de parceria com algumas prefeituras, inclusive a do Recife, para desenvolver um projeto piloto. Uma das ideias sugeridas é, por exemplo, o usuário fotografa carros estacionados em local irregular, o Colab envia uma mensagem ao fiscal da CTTU mais próximo. O agente de trânsito vai ao local e aplica uma multa.

Gustavo explica que as denúncias são reunidas e direcionadas à ouvidoria dos órgãos. “Quando reclamam de cano estourado, abrimos um chamado no site da Compesa para avisar sobre o problema”, conta.

O analista de sistemas Pedro Santos, 20, ingressou na rede e acredita que a ferramenta dará visibilidade a problemas antigos que, por falta de espaço, tendiam a se perpetuar. “As redes sociais têm sido usadas para apontar problemas e irregularidades e são boas alternativas para fiscalizar. O grande problema é que elas estão descentralizadas. Entrei no Colab porque acredito que ele conseguirá agregar todos os pontos e será o principal canal para compartilhar este tipo de informação. Não temos fiscais suficientes para cobrir toda a cidade e com ferramentas desse tipo, todos são fiscais em potencial”, afirma. “Isso dificulta que um gestor público diga frases típicas, como: não atuamos antes porque não sabíamos do problema.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Acre pode ficar sem repasse do FNDE para merenda escolar


O Acre tem até o próximo dia 30 para regularizar a situação do Conselho de Alimentação Escolar (Cae) junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Caso contrário, o estado não receberá o repasse da merenda, prejudicando 170 mil alunos da rede pública.
De acordo com Mauro Brilhante, presidente do Cae no Acre, sem a regularização do conselho,  o estado fica impossibilitado de fazer parte do programa, já que o entidade é responsável pela fiscalização do repasse. "O FNDE é muito exigente nesta atuação dos recursos federais, se realmente está sendo cumprido. Então o papel do Cae é esse, fiscalizar e monitorar", diz.
O repasse nacional estimado para este ano é de R$ 3,5 bilhões. Para o Acre, estão previstos cerca de R$ 11 milhões, que irão beneficiar os quase 165 mil alunos da rede estadual de ensino.
Segundo o chefe dos programas complementares, Cleber Pinheiro, a regularização está em andamento. "Houve eleição e existe o conselho, só que esta regularização junto ao FNDE está em processo. Nós já enviamos uma parte da documentação. Estamos aguardando a publicação do decreto assinado pelo governador que nomeia esses membros como conselheiros", explica.

Colaborou Débora Ribeiro, da TV Acre

Quadrilha invade e assalta residência no bairro Cristo Libertador em Sena Madureira

Na noite de ontem (17), por volta das 21h30min 04 indivíduos invadiram uma residência no Bairro Cristo Libertador e assaltaram um Idoso. Ao serem acionados via 190, onde a informação dava conta de que havia acontecido um assalto no Bairro Cristo Libertador, vários equipes policiais se dirigiram para o local.
A vítima, sr. Raimundo Carneiro,  relatou que cinco indivíduos entraram em sua residência armados com 01 revólver, 01 escopeta e 02 terçados, ameaçando o mesmo, e também a sua esposa. Disse ainda que os infratores pediam dinheiro e apontavam as armas de fogo na direção do casal, foi ai que o sr. Raimundo entregou aos assaltantes a quantia de R$ 300,00 (trezentos reais).

Diante dos fatos e com as características dos infratores, imediatamente os militares saíram à procura do bando e apreenderam um menor, que foi prontamente reconhecido pela vítima, depois o menor apreendido informou para aos militares quem seriam os seus comparsas, os militares seguiram a procura dos demais e ainda conseguiram prender mais dois integrantes do bando, sendo que um é maior, Francisco de Assis de Souza, também conhecido como "Macaxeira", preso em sua residência, e ainda um outro menor, apreendido na casa de sua irmã, o quarto integrante da quadrilha, apenas conhecido como "Caboco", não foi localizado.

Juntamente com os integrantes da quadrilha, também foram apreendidos dois Facões, 01 (um) Capuz, R$ 40, 00 (quarenta reais), 01 (uma) munição cal. 22 e 01 (um) revólver calibre .45, com cinco munições calibre .36.Todos os integrantes, assim como também o material apreendido, foram entregues na Delegacia Local, para que as demais providências cabíveis ao fato fossem realizadas.
Mais uma evolução dos criminosos, que estão ficando cada dia mais armados e organizados. Eles agora estão começando a invadir as residências em busca de dinheiro para financiar o tráfico e sua necessidades.

Blog do Gilberto Monteiro

Caso Elucidado: Polícia Civil prende acusados de executarem ex-presidiário no Cristo Libertador.


A polícia Civil de Sena Madureira conseguiu elucidar o caso do homicídio que vitimou o ex-presidiário Amós Silva de Almeida 24 anos. Ele foi morto a tiros de escopeta, no dia 05 de abril de 2013, por volta das 18:45 hs, na Rua Santa Luzia, no Bairro Cristo Libertador, poucos minutos após receber alvará de soltura do presídio Evaristo de Morais.

O resultado das investigações apontaram como sendo os executores os elementos identificados como: Antônio Thalywelison Ribeiro do Nascimento 22 anos, o "Foquinha", o qual possui vários antecedentes criminais, e já  tem passagens pelo presídio por homicídio e porte ilegal de armas de fogo, contudo, estava em liberdade concedida pela Justiça, também consta mandado de prisão contraMarcos Vinicius  Moura de Meireles, o "Nabor", que possui antecedentes criminais por tentativa de homicídios e roubo, contra os mesmo foi decretado um mandado de prisão preventiva, " Foquinha", já se encontra no presídio a disposição da justiça.

"Nabor", continua foragido da justiça, e essa semana teria protagonizado o que a polícia classificou como a maior afronta já reaslizada por criminosos a uma equipe policiail. Quando ao tentarem cumprir um mandado de prisão contra o mesmo, policiais civis que perseguiam o acusado em direção ao interior do bairro Vitoria foram cercados por seus comparsas que facilitaram-lhe a fuga e ainda tentaram tomas as armas dos policiais, para isso foram para o confronto direto, e entre as trocas de agressões e com o reforço da polícia militar pelo menos dois envolvidos acabaram presos, trata-se Aldemir Ferreira da Silva 25, o "Fofão" e um menor de 13 anos, contudo, "Nabor", acabou fugindo.

De acordo com o delegado Cleber Gnatta, a execução de Amos se deu em decorrência de um acerto contas envolvendo o tráfico de drogas no bairro, pois Amois tinha deixado um divida de droga antes de ser preso.

O acusado Foquinha é suspeito de integrar uma quadrilha armada que atua no Bairro e adjacentes, envolvida com o tráfico de drogas, roubos e homicídios nesta cidade, cuja motivação do homicídio está relacionada ao tráfico de drogas, uma vez que a vítima era usuária e  comercializava drogas para manter o vício, segundo informou os familiares.

Foquinha (preso) e Nabor ainda foragido foram indiciado no inquérito policial instaurado  pelos crimes de homicídio qualificado, por isso foi  representada pela Polícia Civil a prisão preventiva dos acusados, Nabor encontra-se  foragido, sendo procurado pela polícia.

Jair Silva

Adolescente Mais Alto Do Acre é Descoberto em FEIJÓ.

Trata-se do jovem estudante Julyson Gurgel de Melo, 16 anos, 2.3 metros de altura, filho do casal Jucerlângia Barbosa Gurgel, 1.70m e José Ribamar de Melo de 1.85m.
Segundo ele, toma de 02 litros de açaí e no café come até 04 pães.

Facebook de Ronaldo Queiroz.