quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Armas apreendidas essa semana em presidio de Sena. Quem será o culpado?

Como um pente fino consegue detectar tantas armas e drogas dentro de um presidio que deveria servir para reflexão e recuperação de um indivíduo? Em um país que as leis beneficiam mais quem quer viver as margens da sociedade ( portanto marginais) será que o crime realmente não compensa? Vivemos tempos tenebrosos em que somos reféns de um sistema que deveria nos proteger. E esse sistema não passa só pela obrigação da federação ou do estado, passa também pela omissão de cada cidadão que resolveu nos últimos tempos tranferir sua responsabilidade para as autoridades. Fica mais fácil achar um culpado do que cumprir sua obrigação! O que nós enquanto cidadãos temos feito pra mudar essa realidade? Temos acompanhando as amizades dos nossos filhos na escola e nas ruas por exemplo? Temos realmente pensado em mudança sem pensar e nossos próprios interesses? Um país de primeiro mundo não consegue chegar a esse patamar sem antes ter seu povo diciplinado e com pensamentos e comportamento de primeiro mundo. Cultura é o macro de tudo isso. Sem Cultura somos um povo sem nexo e sem perpectiva. Realmente estamos dispostos a mudar culturamente nossos pensamentos? Reflitam!

Sorriso Show

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Com paralisação de advertência dos servidores, hospital João Câncio Fernandes só atenderá casos de urgência e emergência nesta terça-feira

Os servidores ligados à área da saúde em todo o Acre farão nesta terça-feira (18), uma paralisação de advertência. Programado para ocorrer no período da manhã, o ato será realizado em frente à Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e visa chamar a atenção do governo do estado para as reivindicações da categoria.

Com o manifesto, os atendimentos no hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira, serão reduzidos. A unidade só estará atendendo os casos de urgência e emergência. “O nosso sindicato fretou um ônibus e estaremos levando em torno de 30 servidores para esse ato em Rio Branco. Com isso, ficará uma equipe no hospital de Sena fazendo uma espécie de triagem, onde serão atendidos apenas os casos mais graves. Pedimos o apoio da comunidade, pois estamos lutando por melhorias para todos nós”,
comentou Atalício Cavalcante, presidente do Sintesac em Sena.

De acordo com ele, desde o mês de maio o Sintesac vem negociando com o governo, mas até agora não obteve um resultado satisfatório. “Esperamos que o governo sinalize positivamente no sentido de atender as nossas demandas. Há a possibilidade de deflagrarmos greve por tempo indeterminado caso as negociações não avancem”, salientou.

Os servidores da saúde reivindicam, dentre outras coisas, reajuste salarial, acordo coletivo, além da questão da insalubridade.




Edinaldo Gomes

PREFEITO MANO RUFINO VIAJA PARA BRASÍLIA NA TENTATIVA DE LIBERAR RECURSOS PARA OBRAS EM SENA MADUREIRA

O prefeito de Sena Madureira, Mano Rufino (PSB), viajou para Brasília nesta segunda-feira (17), objetivando liberar recursos para obras que já foram iniciadas no município. Na capital federal, Rufino manterá reuniões com parlamentares acreanos, além de percorrer os ministérios em busca de uma sinalização positiva para tais demandas.

Dentre as obras a serem concluídas estão as Ruas Cunha Vasconcelos, Quintino Bocaiúva e Augusto Vasconcelos. Nesses locais, o trabalho já foi, inclusive, iniciado. “Por conta do período eleitoral, o restante do recurso não foi liberado. Em razão disso, estamos em Brasília pedindo o apoio dos nossos senadores e deputados federais para a conclusão dessas obras”, comentou.

Mano Rufino disse também que seu compromisso na administração municipal é até 31 de dezembro, por isso, fará todo o esforço para deixar a Prefeitura organizada. “Não é porque perdemos a eleição que vamos deixar de qualquer jeito. Pelo contrário, vamos continuar lutando pelos benefícios para a nossa cidade. Se não pudermos executar essas obras, fica o recurso encaminhado para o próximo gestor. O que queremos é deixar a Prefeitura da forma mais organizada possível”, completou.

Além das obras de infraestrutura, o prefeito defenderá, ainda, liberação de recursos em outras áreas. Seu retorno à Sena Madureira está marcado para a próxima quinta-feira.

Assessoria

domingo, 16 de outubro de 2016

Que tipo de governo paga um banquete para aprovar uma PEC de gastos públicos?

Por Kiko Nogueira

Não há problema de comunicação capaz de ser resolvido pelo governo Temer.

Ele não é apenas ilegítimo, mas absolutamente incapaz de ver as contradições em que recai constantemente, sobretudo pela incompetência e pelo fato de que, como chegou ao poder através de um golpe, não é necessário dar satisfação de nada.

Que sentido há em organizar um banquete com dinheiro público para tentar garantir a aprovação de uma PEC que limita os gastos públicos?

Não havia um idiota para levantar essa questão quando algum outro idiota teve essa ideia? Quanto custou a “recepção”?

A assessoria se recusa a abrir, obviamente. Mas façamos uma conta de padaria (com todo o respeito aos padeiros).

Eram cerca de 500 convidados no Palácio do Alvorada. Os deputados foram com seus “familiares”.

O cardápio incluiu carne com risoto de funghi, salmão, salada e massa. Mais o vinho — em torno de 80 reais a garrafa, segundo um ex-funcionário do cerimonial.

Dois economistas, José Márcio Camargo, da PUC-RJ, e Armando Castellar, da FGV-RJ, fizeram exposições com power point.

Acrescentemos a passagem dos dois, acompanhados, o hotel, e o aluguel do equipamento para o show dallagnolesco.


 Por baixo — por baixo —, a coisa saiu em torno de 150 mil reais. E não estou computando o vallet, por exemplo, e outros custos marginais.

A boca livre teve selfie com Marcela Temer e discurso do marido. “Todos nós precisamos revelar que nós temos responsabilidade, porque todos nós estamos cortando na carne”, disse ele, enquanto os apaniguados metiam a faca no peixe.

Os parlamentares estavam “dando o exemplo” de estar em Brasília num domingo à noite, “algo que geralmente não costuma ocorrer”, apontou. Como se aquilo fosse algum sacrifício cívico e não uma mordomia a mais.

No dia seguinte, Temer viria com uma chantagem explícita. Em entrevista à rádio Estadão, ameaçou com aumento de impostos se a proposta não passasse. “Nós estamos fazendo tudo, você percebe, para não falar em recriar a CPMF”, afirmou.

Ao final da festança, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, arrematou: “O Judiciário brasileiro tem a absoluta noção da responsabilidade histórica desse momento que vivemos”.

Embora o Brasil já tenha virado uma piada, esse bando será sempre capaz de nos surpreender.


www.diariodocentrodomundo.com.br

Prefeito Mano Rufino deixará 7,5 milhões de convênios para seu sucessor

O prefeito Mano Rufino, que encerra seu mandato no dia 31 de dezembro, vai deixar em convênios pelo menos 7,5 milhões para o seu sucessor. Confira abaixo a especificação, indicações e destino de cada emenda parlamentar!!!!!

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

É ou não é pra TEMER?

Eu fico aqui me perguntando.....Essa PEC 241 da maldade proposta pelo Governo TEMER já foi aprovada no congresso nacional, se passar no Senado tudo em investimentos para saúde, educação, infra estrutura, cultura, salário minimo, programas socias serão congelados por 20 anos. A macaxeira vai entrar na grande maioria do povo brasileiro. Cadê as panelas batendo nas casas no Jornal Nacional? Cadê o povo na rua protestando? Cadê a turma vestida de verde amarelo e a cara pintada nas ruas? Sabe porque não aparecem? Porque agora estão vendo a cagada que fizeram!!!!! Começaram a entender o que realmente era o GOLPE!!!! O reajuste do judiciário não será tocado por essa PEC, 650% foi o aumento repassado a TVs como a Globo, Veja e etc, o banqueiros continuarão massacrando a população com juros abusivos nos bancos.......
Sabe quem vai se ferrar com essa PEC? Quem precisa de Hospital, Escola Faculdade, Bolsa Família, Luz para todos, Mais médicos, Prouni e etc. O nosso pais será entregue aos mais ricos e aos bancos e empresários estrangeiros, e os mais pobres que se explodam!!!! É ou não é pra TEMER de verdade?

segunda-feira, 10 de março de 2014

sábado, 20 de abril de 2013

Casal menor de idade é preso com drogas em Sena

O Serviço Reservado da Polícia Militar de Sena Madureira, com apoio da guarnição da base móvel da PM conseguiram prender após vários dias de investigações o casal menor de idade que estavam trazendo de Rio Branco em um táxi, 18 pacotes de pasta a base de cocaína, pesando 330 gramas e meia barra de maconha, pesando 472 gramas que seriam comercializadas em Sena Madureira.

A prisão aconteceu por volta das 10: horas da manhã do dia 16 de Abril de 2013 próximo a Ponte José Nogueira Sobrinho. Os menores foram entregues na USP local e deverão ser encaminhados para a Promotoria de Justiça, que deverá pedir a internação dos mesmos na Pousada do Menor, onde irão aguardar pronunciamento da justiça.

Ronaldo Duarte

Acusado de matar Amóis é preso.

A Polícia Civil conseguiu prender na última terça feira (16), o acusado Antonio Thalywelison Ribeiro do Nascimento 22 anos residente no Bairro da Invasão. Ele está sendo acusado de executar com um tiro de escopeta o ex. presidiário Amóis.

De acordo com o delegado Cléber Gnnata, a morte se deu em decorrência de um acerto de contas envolvendo o tráfico de drogas no bairro e Amóis tinha sido preso sem acertar contas. Antonio resolveu cobrar tirando a vida de Amóis, o acusado foi encaminhado ao presídio local onde irá aguardar pronunciamento da justiça. A prisão de Antônio aconteceu por volta das 17: horas de terça.

Ronaldo Duarte

Deputado pastor defende tratamento para gays


O pastor evangélico e deputado estadual Édino Fonseca foi eleito pelo PEN no Rio de Janeiro.
Reeleito ao cargo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, em 2010, com 77.061 votos, ficou famoso ao defender que as igrejas deveriam lutar contra as 5 leis que o Anticristo estaria criando para destruir as igrejas do Brasil.
Ligado à Catedral da Bênção, ele tem sido chamado ultimamente de o ‘Marco Feliciano carioca’. O motivo é por que apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro que oferece tratamento médico, psicológico e psiquiátrico para homossexuais.
Édino afirma que se baseia em estudo da CID 10 (Classificação Internacional de Doenças), que afirma que o homossexualismo é “doença”. Publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial do RJ, a lei defende que o Estado deve garantir o acesso à saúde pública dos cidadãos que sofrem com as ‘patologias descritas pela CID como o transexualismo, transtorno de identidade sexual na infância, travestismo fetichista, transtornos múltiplos da preferência sexual.
Obviamente este é um ponto polêmico, pois vai contra a maioria dos argumentos dos ativistas LGBT.
“Ninguém é obrigado, neste caso, a ir ao médico para se tratar. O que não pode é o Estado se omitir quanto ao tratamento dessas pessoas, que vivem conflitos internos e externos violentos, e são privados de pleitear ajuda junto a quem de obrigação, caminhando para a trilha sem volta do suicídio”, explica o projeto de Lei do deputado.
O deputado acredita que a Classificação Internacional de Doenças irá desestimular a distribuição em escolas dos chamados kits contra a homofobia. “Eles aprendem a prática homossexual. Isso é a prova da doença, que precisa ser tratada”, justifica.
O parlamentar explica que está tentando ajudar os gays. “Recebo casos em que eles dizem que têm ódio do que fazem e não conseguem se libertar. O projeto vai acabar com esse negócio de perseguição. A CID 10 comprova que eles são doentes e precisam ser tratados”, asseverou ao jornal O Dia.
Curiosamente, Cláudio Nascimento, coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, diz que o projeto irá ajudar a comunidade GLBT. “Ao analisar friamente o processo, vejo que ele, se pensou em gerar constrangimento, deu um tiro no pé, pois todos vão passar a ter atendimento à saúde”, comemora.
Outros ativistas, como Charlene Rosa, a coordenadora do Programa GLBT de Duque de Caxias, o projeto na prática vai diminuir a perseguição contra os gays. Neno Ferreira, presidente da Associação de Gays e Amigos de Nova Iguaçu e Mesquita, acredita que agora os transexuais poderão receber tratamentos igualitários no SUS.

Com informações de IG.